Reservas de energia em BTT

(2)

O organismo precisa constantemente de energia para funcionar. No entanto, o corpo não dispõe de reservas energéticas ilimitadas. Para satisfazer as necessidades, o organismo recorre as suas reservas assim como nos alimentos fornecidos durante o dia.

Qual é a despesa energética do praticante de BTT?

A despesa energética total sobre um dia, inclui: O metabolismo basal, a despesa energética ligada a atividade física e a despesa energética ligada a digestão dos alimentos.

  • O metabolismo basal corresponde a despesa energética mínima para o funcionamento e a manutenção do organismo. Nestas condições padrão (em jejum, em repouso e numa temperatura neutra), o metabolismo basal representa 50 a 70% do gasto de calorias diária. Existe uma grande variabilidade interindividual do metabolismo basal, em função da idade, do sexo, da massa corporal e da atividade física. Pode evoluir durante a vida em função do nosso estado de saúde ou nosso estado fisiológico (dietas repetidas, disfunção da tireóide...).
  • A despesa energética ligada a atividade física diz respeito às atividades da vida quotidiana e exercícios físicos, esportivos ou não. Esta despesa pode representar 15 a 30% da despesa energética total. A despesa da atividade física é variável dum individuo a outro. Pode aumentar em função da duração, da intensidade e do tipo de atividade física. Em BTT, considera-se que a despesa energética média é de 650kcal / hora para um homem de 70kg.
  • A despesa energética ligada à digestão dos alimentos representa 8 a 10% da despesa energética total.

É de salientar que a estas três possibilidades, pode se acresentar uma despesa suplementar para enfrentar a recuperação e a cicatrização de lesões, a inflamação ou a infeção.

As despesas originam ganhos energéticos.

Como verificar facilmente se fornecemos energia suficientemente ou não ao nosso organismo? Nada como a variação do peso.

O equilíbrio do peso depende do balanço estabelecido entre as contribuições energéticas e o conjunto das despesas energéticas. Qualquer excesso não compensado por um aumento das despesas conduz a um armazenamento da energia excedentária sob a forma de gordura e portanto a um aumento de peso.

Para fornecer algumas referências, a agência nacional de segurança sanitária (Anses) formulou recomendações no que diz respeito as contribuições energéticas diárias:

  • 2400 a 2600kcal por dia para um homem adulto,
  • 1800 a 2200kcal por dia para uma mulher adulta.

Estes valores devem ser adaptados porque não tomam conta duma atividade esportiva. Exemplo dum praticante de BTT de 70kg que pratica durante 2h, esse dia, deve fornecer cerca de 3800kcal para equilibrar o seu balanço energético.

Contribuição energética e alimentação

A alimentação permite ao organismo produzir energia, indispensável à realização de qualquer desempenho e movimento.

Os alimentos que consumimos são degradados em macro nutrientes (proteínas, glucídios e lipídios) e em micronutrientes (vitaminas, minerais e oligoelementos). Certos por entre eles têm valor energético.

  • Os glucídios: Representam 50 a 55% das contribuições energéticas diárias e 1g de glucídios fornece 4 kcal.
  • As proteínas: Representam 10 a 15% das contribuições energéticas diárias e 1g de proteínas fornece 4 kcal.
  • os lipídios: Representam 35 a 40% das contribuições energéticas diárias e 1g de lipídios fornece 9 kcal.
  • As vitaminas são indispensáveis para o bom funcionamento do organismo. Intervêm em baixas concentrações em numerosos processos vitais. As vitaminas não fornecem energia.
  • Os minerais e oligoelementos: As contribuições quotidianas em elementos minerais permitem compensar os gastos do organismo e uma alimentação equilibrada e diversificada permite garantir estas contribuições.

 

Convido-o a completar este conselho com os artigos:

Marie Fauchille
Nutricionista
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Vote
Conselhos

Períodos de festas, exageradas.Geralmente gordurosas demais, açucaradas demais, elas criam um acúmulo de toxinas no organismo provocando diversos malefícios como o cansaço generalizado ou dores intestinais... e, em geral, um ganho de peso pode ser sentido.
É tempo, então, de se organizar e trabalhar para chegar, de um modo ótimo, ao seu peso ideal. Assim, você estará pronto para suas provas futuras.

(2)
Conselhos

Comer corretamente e praticar uma atividade física são as regras essenciais para garantir uma boa saúde e manter seu peso estável.
A boa alimentação deve fazer parte do seu ritmo de vida, deve ser a melhor aliada para manter a forma durante todo o dia.
Eis aqui os cinco conselhos de nutrição de manhã até a noite, que serão aliados para quem sempre pratica uma atividade durante o dia

(2)
VOLTAR PARA O TOPO