As proteínas

(9)

Proteína: Definição

As proteínas são grandes moléculas compostas por um conjunto de aminoácidos específicos.

São eles o que o nosso corpo usa. Eles são ou garantidos por nossa alimentação ou produzidos a partir de outros aminoácidos ingeridos. O organismo não tem estoque de aminoácidos, as necessidades são permanentes. Em caso de falta, o corpo e os músculos procurarão nas reservas para manter as funções vitais.

Existem 20 aminoácidos, divididos em 2 grupos:

  • Os aminoácidos essenciais são essenciais para a vida. Nosso corpo não sabe sintetizá-los , eles devem, absolutamente, ser fornecidos pelos alimentos. Este grupo é o mais importante para a função do músculo.
  • Os  aminoácidos não essenciais  formam o segundo grupo. Eles podem ser fabricados pelo nosso corpo.

Diferentes proteínas

O corpo não pode sintetizar aminoácidos essenciais. Isto traduz-se por uma obrigação de ter uma ração de proteína  equilibrada diária contendo todos os aminoácidos essenciais em quantidades adequadas.

Sobre este ponto, as proteínas animais são muito mais interessantes do que as proteínas vegetais. Com efeito, as proteínas animais contêm todos os aminoácidos essenciais, enquanto que as proteínas vegetais são deficientes.

De modo a refletir o equilíbrio de aminoácidos em alimentos, uma classificação foi estabelecida. Trata-se do "valor biológico" da proteína. O valor de referência é o do ovo, cujo valor é igual a 100. Encontra-se entre os  valores mais elevados as carnes e peixes (80 a 90) e plantas apresentam os valores mais baixos (50 e 75).

Proteína: diferença de qualidade

A  qualidade de proteínas ingeridas por dia é mais importante que a quantidade. Com efeito, as proteínas não são todas iguais em termos de qualidade. Esta é caracterizada por seu aporte em aminoácidos essenciais e digestibilidade. Sabemos que a proteína animal é "superior" em termos de qualidade em relação às proteínas vegetais, devido à sua composição em aminoácidos essenciais. A partir do momento em que um aminoácido é deficiente, a utilização pelo organismo a partir de outros aminoácidos será limitada proporcionalmente ao déficit.

Proteínas: utilidade

Os aminoácidos que compõem as proteínas têm três funções principais:

  • As proteínas têm um papel estrutural:

as proteínas podem ser constituídas por 10-2000 aminoácidos. Portanto, há uma infinidade de proteínas e suas funções são variadas: fibra muscular, estrutura óssea, estrutura de nossa pele, receptores hormonais, anticorpos, enzimas ... A estrutura de uma proteína é tão precisa que uma pequena mudança pode alterar as funções.

  • As proteínas têm um papel funcional:

os aminoácidos são os precursores de muitas moléculas importantes (hormônios, neurotransmissores). Além disso, alguns aminoácidos são capazes de estimular a síntese de proteínas, notadamente, no músculo . Alguns aminoácidos são também particularmente envolvidos com o sistema imunitário.

  • As proteínas têm a função de:

os aminoácidos, fornecem 4 kcal/g. Durante um esporte de resistência eles são usados ​​como fonte de calor, de função única em caso de deficiência de glicogênio . Uma ingestão adequada de carboidratos durante o exercício prolongado evita a utilização de proteínas como combustível de energia.

Marie Fauchille
Nutricionista
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Vote
VOLTAR PARA O TOPO