Ficar em forma, aliando a corrida à alimentação

(2)

Já tentou perguntar a cada corredor que cruzamos por que ele corre? Teremos tantas respostas que irão reforçar os benefícios da corrida. Seja pela saúde, o bem-estar, a perda de peso ou a procura de um desempenho, todos podem encontrar o calçado ideal neste esporte. Seja fisicamente ou psicologicamente, esta atividade é necessariamente boa para o organismo, especialmente se a execução está associada a uma dieta equilibrada e a uma vida saudável.

Eis as cinco regras para manter a forma durante todo o ano.

1- Eu corro regularmente

Para nossa saúde, é recomendado praticar uma atividade física regular. Por sua facilidade, a corrida a pé é a atividade ideal para responder a este critério. Como fazer? Correr 2 a 3 vezes por semana. Não esqueçamos que não é a distância percorrida que devemos considerar, mas a duração da corrida e a sua regularidade.

Inicie correndo 10 a 15 minutos, 2 vezes por semana e aumente este tempo aos poucos.

2 - Eu como equilibradamente

Uma alimentação equilibrada é essencial se queremos ficar no topo de nossa forma. Ainda preciso saber quais os alimentos para comer?

Uma alimentação equilibrada é construída de várias refeições. Os Café da manhã, almoço, lanche e jantar acompanham seus dias e lhe trazem todos os nutrientes necessários para o bom funcionamento do organismo:

  • Proteínasem torno de 11% a 15% de sua alimentação diária. Elas desempenham muitos papéis no organismo como, entre outros, a construção e a reparação muscular, que pode ser interessante depois de um treino.
  • Glicídios em torno de 50% de sua alimentação diária. Eles têm função de fornecer energia ao organismo.
  • Lipídeosem torno de 25% a 30% de sua alimentação diária. Eles têm entre outro papel energético, energia que pode ser usada imediatamente ou ser colocada na reserva em células de gordura.

3 - Eu construo meu dia equilibrado!

  • Feculentos (massas, arroz, sêmola, batata, pão...), eles devem estar presentes em cada refeição para ingestão de energia.
  • Carne, peixe, ovo: 1 a 2 vezes por dia para o fornecimento de proteínas.
  • Frutas e legumes: 2 a 3 frutas por dia e vegetais em cada refeição para a ingestão de fibras, vitaminas e água.
  • Produtos lácteos: 2 a 3 por dia, para o fornecimento de proteínas e cálcio.
  • Gorduras: Eles são a limitar sem no entanto removê-las. Eles fornecem vitaminas e lipídios
  • Produtos açucarados: Eles são a limitar sem, no entanto, removê-los. Eles fornecem prazer.
  • Água: A consumir à vontade.

E as vitaminas e minerais nisso tudo?

Vale lembrar que eles não recuperam nossa energia, mas têm um papel essencial no funcionamento adequado do organismo. Nosso corpo não pode fabricá-los, é preciso lhes fornecer pela alimentação. Uma alimentação equilibrada supre as necessidades.

4 - Eu me dou tempo para comer

Quando começamos a comer, a sensação de saciedade se manifesta tardiamente. São precisos 20 minutos para que o sinal de satisfação seja sentido. Assim, usar 30 minutos de pausa para a refeição, comendo lentamente, pode-se evitar de comer demais! Numerosos estudos têm demonstrado que comer rápido pode aumentar o risco de ganho de peso.

5 - Eu me hidrato bastante

A hidratação é essencial para um bom equilíbrio. Água desempenha um papel essencial no funcionamento das células do nosso organismo. Também é essencial para a regulação da temperatura do corpo e a eliminação de resíduos que são produzidos durante as saídas.

O corpo pode perder 0,5 a 1 litro de água por transpiração durante o exercício, esta quantidade pode ir até 3 litros se o treinamento acontece sob o calor elevado. Daí a importância, de compensar a água perdida para evitar adesidratação. Éreconhecida a necessidade de fornecer, pelo menos, 0,5 litro de água ou de bebida por hora de caminhada.

Marie Fauchille
Nutricionista
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Vote
Conselhos

A corrida é um esporte que demanda muita energia e rigor ao longo de todo o ano. A qualidade do treinamento e o desempenho em competição dependem não só do investimento na prática do esporte, mas também da alimentação que deve ser incorporada na organização do trabalho de cada atleta

(2)
Conselhos

A cada dia, mais e mais pessoas tendem a aproveitar a pausa do almoço para praticar uma atividade.São vários os objetivos: manter a forma, perder peso, treinar para uma competição... Este intervalo é precioso e não é necessário sacrificar o almoço por falta de tempo.Aqui estão 3 pontos-chave a respeitar para praticar em condições corretas e não sentir aquele cansaço de após o almoço...

(3)
VOLTAR PARA O TOPO